Loading...
Sem categoria

Triglicérides: Saiba O Que É E Como Manter O Equilíbrio

Você sabe o que são os triglicérides e como os seus níveis equilibrados estão relacionados á boa saúde? Ostriglicerídeos são um tipo de lipídio, ou gordura, no seu sangue.

Pessoas com triglicérides elevados podem estar em risco significativo de doença cardiovascular, mesmo se os seus níveis de colesterol LDL estão na meta.

Neste artigo, você vai entender o que é o triglicérides, como o seu desequilíbrio pode afetar a sua saúde e muito mais.

Não deixe de ler e compartilhar.

O Que São Triglicérides

Quaisquer calorias que não são necessárias quando você se alimenta, são convertidos em triglicerídeos e armazenados nas células de gordura.

Em seguida, os hormônios liberam triglicérides para produzir energia. Este ciclo só se torna problemático quando se come mais calorias do que se queima, o que leva a triglicérides elevados, também chamado de hipertrigliceridemia.

Os triglicérides são classificados da seguinte maneira: (1)

>> Normal: menos de 150 miligramas por decilitro;

>> Alterada: 150-199 miligramas por decilitro;

>> Alta: 200-499 miligramas por decilitro;

>> Muito alta: 500 miligramas por decilitro ou superior.

Aproximadamente 31% da população possui triglicérides elevados, um importante fator de risco para doenças cardiovasculares.

De acordo com uma pesquisa realizada em 2007, envolvendo um total de 3.582 casos incidentes de doença cardíaca coronariana fatal e não fatal, há uma associação significativa entre os valores de triglicerídeos e o risco de doença coronariana (2).

Felizmente, existem maneiras naturais para diminuir os níveis de triglicerídeos naturalmente com dieta e mudanças de estilo de vida.

Causas Do Triglicérides Alto

Triglicérides: Saiba O Que É E Como Baixar Os Seus Níveis

Os triglicérides elevados podem ser causados pelas seguintes condições:

  • Obesidade;
  • Ingestão de mais calorias do que o que está sendo queimadas/usadas para a energia;
  • Sedentarismo e falta de praticar exercícios físicos;
  • Diabetes tipo 2;
  • Hipotireoidismo (tireóide hipoativa);
  • Doença renal;
  • Consumo excessivo de álcool e tabagismo;
  • Efeitos colaterais da medicação prescrita.

Pesquisa publicada no Canadian Journal of Cardiology analisou dados sobre as associações de triglicerídeos, HDL e colesterol LDL com fatores de risco de doença arterial coronariana.

Os pesquisadores descobriram que entre homens e mulheres com níveis baixos de colesterol HDL e altos níveis de triglicerídeos, tabagismo, diabetes, sedentarismo, hipertensão e obesidade foram muito mais prevalentes do que aqueles com baixo risco de colesterol HDL e baixos níveis de triglicerídeos (3).

A hipertrigliceridemia é frequentemente observada em doentes com diabetes tipo 2 porque a insulina desempenha um papel importante na regulação da homeostase lipídica. Quando o corpo é resistente à insulina, os órgãos que são sensíveis à regulação da insulina – como o tecido adiposo, fígado e músculo esquelético – são incapazes de funcionar adequadamente.

Riscos De Triglicérides Alto

A pesquisa mostra que os níveis dos triglicérides predizem a doença cardiovascular, uma causa principal da morbidade e da mortalidade na sociedade ocidental (4).

Um estudo realizado na Harvard Medical School, avaliou as contribuições relativas de triglicerídeos e colesterol HDL no risco de doença cardíaca coronária após LDL colesterol níveis foram reduzidos.

O estudo, envolvendo 170 casos e 175 controles, sugere que triglicérides elevados e baixos níveis de colesterol HDL foram associados com doença coronária, mesmo em pacientes com níveis mais baixos de colesterol LDL. As chances de doença cardíaca coronária aumentou em cerca de 20%  por 23 miligramas por decilitro aumento de triglicérides (5).

Um estudo de 2011 publicado em Oman Medical Journal provou que há uma forte relação entre a elevação dos triglicerídeos no soro e níveis elevados de glicose no sangue. Amostras foram coletadas de 438 indivíduos do sexo masculino e do sexo feminino, tanto diabéticos, quanto não diabéticos.

Os níveis séricos de glicose, colesterol e triglicérides dos pacientes foram medidos simultaneamente. Os resultados mostraram que a elevação em triglicérides tem os mesmos efeitos de triglicérides e elevação de colesterol em níveis crescentes de glicose elevada no sangue (6).

O Que Fazer Para Baixar O Triglicérides?

16-5-2013-23
O Consumo De Álcool Está Relacionado Ao Nível Elevado De Triglicérides

Para reduzir o nível de triglicérides é preciso mudar hábitos do estilo de vida e incluir uma alimentação de verdade. Confira dicas simples, mas eficientes:

  1. Reduzir As Calorias

    Devido à relação entre o aumento da circunferência de peso e triglicérides elevados, reduzir as calorias e perder peso pode ter um grande impacto sobre os níveis de triglicéridos.  Inclua na dieta alimentos como legumes, nozes, sementes, alho e batata doce.

  2. Evite Alimentos Açucarados

    Um estudo publicado no American Journal of Physiology descobriu que quando a frutose foi administrada a ratos, houve um aumento de 20% na produção de triglicérides. Os resultados sugerem que a frutose dietética não só aumenta a produção de triglicérides, mas também prejudica a remoção de triglicérides. Em vez de consumir muitos destes alimentos de alta frutose e açucarados, concentre-se em trazer proteínas, carboidratos complexos e gorduras saudáveis em sua dieta (7).  Além disso, evite o consumo de xarope de milho de alta frutose. 

  3. Menos Carboidratos

    Um estudo realizado no Instituto Rogosin em Nova York descobriu que uma dieta muito pobre em gordura e rica em carboidratos enriquecida em açúcares simples aumentou a fração de ácidos graxos sintetizados recentemente, juntamente com um aumento na concentração de triglicérides (8).

  4. Escolha Gorduras Saudáveis

    Alimentos ricos em ácidos graxos omega-3 reduzem os níveis séricos de triglicérides, diminuindo a liberação de ácidos graxos livres para o fígado e diminuindo a, consequentemente, atividade das enzimas de síntese de triglicérides.  Coma alimentos ricos em omega-3, como salmão e sardinha (9).

  5. Reduza o consumo de álcool 

De acordo com a pesquisa publicada na Current Opinion in Lipidology, a ingestão elevada de álcool pode ser prejudicial porque está associada a triglicérides elevados, juntamente com doenças cardiovasculares, doença hepática alcoólica e desenvolvimento de pancreatite. Embora o consumo leve a moderado de álcool possa estar associado à diminuição dos triglicerídeos plasmáticos, os pacientes que já possuem níveis elevados de triglicérides beneficiam-se de reduzir ou interromper completamente o consumo de álcool. (10)

6. Exercite-se regularmente

Um estudo publicado em Medicina e Ciência em Exercício e Esportes avaliou 11 mulheres saudáveis que se submeteram a um único treino que envolveu uma caminhada rápida em 60 por cento do pico de consumo de oxigênio por cerca de duas horas.

Os resultados mostraram que a concentração de triglicéridos era aproximadamente 30% mais baixa após o ensaio de exercício comparado com o ensaio de controle que não envolveu atividades físicas. Estes benefícios do exercício podem resultar de pelo menos uma hora de caminhada, corrida, musculação, ioga e qualquer outro tipo de movimento que você gosta (11).

Triglicérides elevados estão associados com doenças cardíacas e podem prejudicar sua qualidade de vida. Para tratar esse problemas, faça mudanças na sua alimentação, pratique hábitos de vida saudáveis e procure orientação médica.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *