Loading...
Alimentação SaudávelDicas de Saúde

Os benefícios das cores dos alimentos

Quanto mais colorido melhor! Quando falamos em alimentação saudável, as cores possuem poderosas características nutricionais para a nossa vida. E, dentre os grupos dos vegetais, a coloração dos alimentos é ainda mais importante e peculiar para sabermos as fontes que estamos ingerindo no dia a dia. Confira a relação entre cor e nutrientes dos vegetais para você montar o seu cardápio!

Branco, roxo, verde ou vermelho… As cores dos vegetais dizem muito sobre eles. Elas indicam, por exemplo, a variedade nutricional e os benefícios que podemos adquirir ingerindo-os. Uma alimentação bege, que é denominada a produtos industrializados, é predominantemente pobre de nutrientes e deve ser evitada, enquanto os produtos naturais, orgânicos e da safra, podem ser consumidos à vontade.

Ter um prato colorido faz com que você tenha uma oferta mais variada de nutrientes. Um prato com 5 cores, por exemplo, traz inúmeros benefícios a saúde, atuando melhorando a função de todo organismo, desde melhor funcionamento do cérebro, intestino, e atuando assim na prevenção e possível cura de doenças.

As cores dos vegetais e seus nutrientes

A ciência nutricional divide alguns grupos de cores para distinguir os benefícios dos vegetais. são eles: Verde, laranja, vermelho, violeta (ou roxo) e branco. Veja as vantagens de cada uma das cores e acrescente-as na sua alimentação.

Verde: Brócolis, alface, espinafre, rúcula, salsa, pimentão, vagem… Esses vegetais são ricos em clorofila, fibras, luteína, vitaminas A, B5, B9, B12, C e K, além de minerais como cálcio, ferro, potássio e magnésio. Todos esses elementos são boas fontes de energia, agem como desintoxicante no organismo e também previnem a ação dos radicais livres.

Laranja: Cenoura e abóbora são os expoentes desse grupo. Possuem grande quantidade de betacaroteno e vitamina C, que fortalecem o sistema imune, além de carotenoides e flavonoides que agem no bom funcionamento do organismo, na proteção contra doenças cardíacas e alguns tipos de câncer. Auxiliam a saúde da visão e da pele.

Vermelho: tomate, pimentão vermelho e rabanete, dentre outros. Esses vegetais são ricos em licopeno, uma substância que age como um poderoso antioxidante que previne alguns tipos de câncer. Além disso, nesses alimentos é possível encontrar vitamina C e ácidos fenólicos que auxiliam na manutenção da saúde da pele, dos vasos sanguíneos e gengivas, além de contribuírem na redução dos níveis de colesterol, prevenindo a arterosclerose e doenças cardiovasculares. Os vegetais vermelhos contêm, ainda, a antocianina, que estimula a circulação sangüínea.

Violeta (ou roxo): Berinjela, repolho roxo, cebola roxa e beterraba fazem parte desse grupo, que é uma excelente fonte de ferro e vitamina B1. Esses vegetais são responsáveis por retardar o envelhecimento das células, auxiliando na preservação da memória e na saúde do coração. Além disso, ajudam a neutralizar as substâncias cancerígenas e fortalecem os músculos.

Branco: Couve-flor, cebola, alho e alho-poró, atuam nos processos anti-inflamatórios e anti-alérgicos, fortalecendo os sistemas imunológico e circulatório, nos protegendo de doenças crônicas associadas ao envelhecimento. Possuem uma alta concentração de cálcio, que são essenciais para dentes e ossos, metabolismo e para o funcionamento do sistema nervoso e dos músculos, além de ajudar na regulação dos batimentos cardíacos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *